sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Acne: Pesadelo em qualquer idade!



Muita gente passar por essa situação, seja na adolescência ou mesmo na fase adulta. A acne vulgar ou no popular, espinha, fazem muita gente pirar. Situações como: no dia do casamento a noiva descobre uma acne que mais parece um chifre de unicórnio no meio da testa ou no dia da festa mais aguardada do ano, você vê aquela bolota de pus saltitando no seu nariz como aquela famosa berruga de bruxa, mas amarelinha! Lendo artigos, comentários ou ouvindo comentários dos outros parece muito cômico, mas é um problema sério que atinge pessoas e as fragiliza.




É um motivo de bulling comum nas escolas e lembro-me muito bem de um colega querido que tinha sido apelidado de "Choquito", seu caso era severo e as marcas tanto da pele quanto as da memória jamais desaparecerão, mesmo com tratamentos dermatológicos e psiquicos. Brincadeiras como estas magoam, mas muitos jamais teriam capacidade de saber a proporção desse estrago. A questão da auto-imagem, principalmente na fase da adolescência, que é uma fase auto-afirmação é de suma importância. Nesse período, pequenos comentários e muitas vezes feitos despropositadamente causam danos permanentes, mesmo na fase adulta, onde mesmo quando as pessoas tentam a cada dia uma afirmação quanto aos seus interesses, uma 'nódoa' na pele podem afetar dramaticamente o indivíduo, principalmente quando ele usa a auto-imagem para auto-afirmação. Podem se benzer os que tem tendência e aqueles que não tem, dêem graças à Deus!!! Independente de ter ou não acne, o que importa é que as pessoas se vejam além da estética. Busquem um profissional para indicação de um tratamento adequado para seu tipo de pele e cuidados necessários. Mas o principal é o fortalecimento espiritual e da mente.

Esse post traz informações relevantes sobre esse pesadelo estético.





A SBCD conceitua a acne é o nome dados aos cravos e espinhas resultantes de um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. Explica que as glândulas sebáceas são conectadas aos folículos pilosos e produzem uma substância oleaginosa (sebo) que alcança a superfície da pele após seu esvaziamento através de uma abertura do folículo piloso. O sebo estimula as células da parede interna do folículo que, então, desprendem-se mais rapidamente e se agrupam formando um "tampão" na superfície da pele. A associação de sebo e células propicia o crescimento bacteriano no interior do folículo. As bactérias em crescimento podem produzir substâncias que causam a ruptura da parede folicular. O sebo, bactérias e células descamadas da parede do folículo derramam-se na pele causando eritema (vermelhidão), edema (inchaço) e pus –  a famigerada "espinha".




Propionibacterium acnes é bactéria gram-positiva, anaeróbia, do gênero Corynebacterium, que faz parte da biota normal residente da pele, sendo o principal microorganismo envolvido na etiopatogenia da acne vulgar (SAMPAIO e RIVITTI, 2001).



Diversos fatores desencadeadores da acne têm sido estudados, tais como: idade, genética, tabagismo, raça, uso de medicamentos. A genética e a idade têm sido as causas mais importantes. O hábito de fumar, também é um desencadeante, uma vez que 40,8% dos fumantes ativos apresentam acne, comparados com 23,5% de não-fumantes. As raças hispânicas apresentam maior severidade e maior precocidade no aparecimento, diferentemente das negras e asiáticas. Assim como a acne é menor nas mulheres que fazem uso de anticoncepcionais orais. O primeiro passo do tratamento é ter certeza de que o paciente, assim como seus pais, no caso de adolescentes, não “acreditam” nos diversos mitos que foram criados. A acne não é causada, por sujeira, pensamentos impuros ou má alimentação, apesar de estudos demonstrarem a influência da dieta no curso da doença, ou seja, alta ingestão de gorduras e/ou carboidratos influencia a produção de sebo.  A primeira visita ao médico é de extrema importância e é o momento no qual o paciente cria expectativas realistas com relação ao tratamento e desmistifica alguns conceitos pré-existentes. Adolescentes, normalmente, querem respostas rápidas e milagrosas, porém, precisam saber que o tempo mínimo para a melhoria do quadro gira em torno de seis meses. O início dos resultados só aperece a partir da quarta semana e conseqüentemente há melhora de 20% a cada dois meses. Por conta destes fatores, o paciente deve estar consciente que a acne, em uma grande porcentagem de casos, é uma condição que acompanha o adolescente e que precisa de um acompanhamento intenso, inclusive para evitar o reaparecimento (HERANE, 2005). Segundo Webster (2001), o estresse pode até afetar, mas o uso de calmantes não tem efeito positivo sobre a acne.

Fisiopatologia apresentada em Surgical Cosmetic:

Embora sua patogênese não esteja completamente esclarecida, quatro fatores são exaustivamente estudados: 

(1) obstrução do folículo piloso, secundário à descamação anormal dos queratinócitos foliculares; 

(2) aumento da produção sebácea; 

(3) proliferação da bactéria anaeróbica Propionibacterium acnes (P. acnes), fator relevante neste artigo; 

(4) desencadeamento de respostas imunes e inflamatórias induzidas pelo P. acnes.

Locais mais afetados pela acne: face, costas, peito e ombros, onde as glândulas sebáceas são maiores e mais numerosas.




A acne vulgar pode ser dividida em inflamatória e não-inflamatória, conforme as lesões predominantes, podendo ser graduada de I a V conforme a gravidade do quadro.


 
Acne grau I, aspecto clínico do cômedo, comedão ou cravo e pápulas.


 
Acne grau III – cistos, abscessos e fístulas.

Existem diversos tratamentos para acne, que podem ser tópico, sistêmico e até cirúrgico, quando predominam as cicatrizes, os cômedos e cistos. Porém, apenas um profissional qualificado pode prescrever o tipo ideal de tratamento para cada caso. Portanto, evitem auto-medicação, pois este ato ocasiona graves prejuízos à saúde e busque informações diretamente com um dermatologista. É de extrema importância que tenhamos amor próprio, façamos investimentos em nós mesmos, contudo de forma responsável. Abaixo seguem alguns tratamentos todavia repito, jamais façam uso de medicação por conta própria.


TRATAMENTO TÓPICO

  • Peróxido de benzoíla - Benzac®, Panoxil®, Solugel®
  • Retinóides 
  1. Adapaleno - Diferin® gel/ creme
  2. Isotretinoína - Isotrex® gel
  3. Tretinoina - Retacnyl®, Retin A®, Vitanol A®
  • Antibióticos
  1. Clindamicina - Clinagel®, Clindacne®, Dalacin T®
  2. Eritromicina - Eritrex A®, Ilosone®, Stiemycin®
  •  Combinado
  1. Clindoxyl® (Peróxido de benzoíla com clindamicina)
  2. Isotrexin®(Isotretinoína com Eritromicina)
  • Outros

  1. Ácido azelaico - Azelan® Creme
  2. Nicotinamida - Papuless® gel
  3. Ácido Salicílico (sabonetes) - Dermax®, SAStid®, Soapex®, Salisoap®

TRATAMENTO COM ANTIBIÓTICOS

Obs.: Antibióticos são vendidos somente mediante apresentação de prescrição médica (receita).
  1. Tetraciclina - Tetraciclina,Tetrex®
  2. Oxitetraciclina - Terramicina®
  3. Minociclina - Minoderm®, Minomax®
  4. Limeciclina - Tetralysal®
  5. Eritromicina - Eritromicina, Eripan®, Eritax®, Eritrex®
  6. Azitromicina - Astro®, Azi®,Selimax®, Zitromax®

SISTÊMICO

  • Antiandrógenos
  1. Espironolactona - Espironolactona, Aldactone®
  2. Ciproterona - Androcur®
  • Contraceptivos Orais
  1. etinilestradiol +ciproterona
  2. Diane 35®, Selene®
  3. etinilestradiol + drosperinona Yasmin®
  4. etinilestradiol + desogestrel
  5. Femina®, Mercilon®, Microdiol®, Minian®, Primera®
  6. etinilestradiol + gestodeno
  7. Diminut®, Femiane®, Gynera®, Harmonet®, Minulet®,
  8. Minesse® Mirelle®
Link das informações e imagens em preto e branco: Acne: Um tratamento para cada paciente




Relação: Acne x Nutrição 


Acne está mais relacionada ao que se come do que ao quanto se come, portanto na prevenção ou melhora desse quadro o que vale mais é a qualidade do que a quantidade. Cientes disso,  podemos introduzir desde cedo hábitos alimentares saudáveis em casa, de modo a incentivar as crianças a terem melhor qualidade de vida desde cedo. Embora as principais mudanças ocorrem na fase escolar, a partir do convívio com outras crianças é comum que nossos filhos adquiram os hábitos alheios, principalmente quando a escola não segue um plano nutricional. Sabemos que o consumo de alimentação sem qualidade, decorrente da correria do dia-a-dia, tais como fast food, pizza, lanches fora de hora com alto teor glicêmico, condimentado, hipercalórico, hiper-sódico, além do consumo excessivo de bebidas alcoólicas e quando associado ao tabagismo prejudicam de modo sistêmico o indivíduo. Deve-se considerar também a falta de ingesta hídrica adequada, então vale ressaltar a importância de beber mais água. Adolescentes em sua maioria e na maioria das vezes, não fazem controle do que ingerem. Facilmente trocam um prato de salada, arroz integral, leguminosas e grelhado por um prato com massas com queijo por cima, carne vermelha com gordura, frituras (ex.:batata frita) e um refrigerante a base de coca. Lembrando também da sobremesa e lanche com grande teor glicêmico e lipídico, como as infinidades de doces, tortas, guloseimas, salgadinhos que poderiam ser substituídos por frutas, gelatina, produtos integrais que são vendidos em praticamente todo estabelecimento que trabalha com alimentos, facilmente vistos em padarias, lojas de conveniência, supermercados, etc. Porém, se a consciência quanto ao que se consome aflorasse mais cedo poderiam evitar uma série de complicações, tais como prevenção de doenças crônicas (ex. clássico: diabetes e hipertensão); problemas cardíacos (ex.: Infarto Agudo do Miocárdio devido a formação de placa de ateroma, ou seja, placa de gordura nos vasos sanguíneos que dificultam a oxigenação ao coração causando necrose e assim o infarto); evita dores acentuadas e fadiga extrema após carga de atividades físicas; desconforto gástrico e etc.



A nutrição é como acelerador da maturação sexual e desencadeante da acne. A melhora da nutrição populacional tem sido associada à maturação sexual precoce e ao desenvolvimento da acne em jovens. Estudos demonstram que adolescentes com hábitos de ingestão de alimentos com baixo índice glicêmico apresentam atraso na menarca, semelhante ao que ocorre em atletas e bailarinas (FRISCH; WYSHAK; VICENT, 1980). 

A hiperinsulinemia, por meio do aumento dos níveis de andrógenos, estimula a produção sebácea, que tem papel fundamental na acne. Uma restrição calórica extrema diminui drasticamente a taxa de excreção sebácea, a qual se reverte com a adoção de uma dieta normal (DOWNING; STRAUSS; POCHI, 1972).


FonteAcne e dieta




DICAS IMPORTANTES




Link de trabalho científico: Dermatologia - acne x indice glicêmico



REFERÊNCIAS

DOWNING, D.; STRAUSS, J.; POCHI, P. Changes in skin surface lipid composition induced by severe caloric restriction in man. Am J Clin Nutr. 1972;25:365-7.


FRISCH, R.; WYSHAK,G.; VICENT, L. Delayed menarche and amenorrhea in ballet dancers. N England J Med., 303:17-19, 1980.

HERANE, M.I. Actualización terapéutica en acne vulgaris. Dermatol Pediatr Lat, v. 3(1), p. 5-19. 2005.

SAMPAIO, S.A.P; RIVITTI, E.A. Foliculoses. In: Sampaio SAP, Rivitti EA. Dermatologia. São Paulo: Artes Médicas; 2001. p. 291-300.

WEBSTER, G.F. Acne Vulgaris and Rosacea: Evaluation and Management. Office Dermatology, v. 4, n.1, p. 15-22, 2001.

Nenhum comentário:

Postar um comentário