sexta-feira, 30 de março de 2012

Livro 10 - O mapa do amor




  • O Mapa do Amor- Tudo o que você queria saber sobre o amor e ninguém sabia responder. Fundamentado em pesquisas nacionais e internacionais, Ailton Amélio desvenda a trama intricada dos relacionamentos amorosos, desde as formas de abordagem mais comuns entre os casais: o jeito de olhar, a postura durante o jogo da conquista, o gestual e os diálogos até as situações limitadoras desse envolvimento, como a timidez.

  • Editora: Gente
  • Autor: Ailton Amélio

    Ano: 2001

  • Edição: 4
  • Número de páginas: 309

Filme: A fera



Diretor: Daniel Barnz
Elenco: Vanessa Hudgens, Alex Pettyfer, Mary-Kate Olsen, Neil Patrick Harris, Peter Krause, Lisa Gay Hamilton
Produção: Susan Cartsonis
Roteiro: Daniel Barnz, baseado no romance de Alex Flinn
Fotografia: Mandy Walker
Trilha Sonora: Marcelo Zarvos
Duração: 86 min.
Ano: 2011
País: EUA
Gênero: Fantasia


Sinopse: Kyle (Alex Pettyfer) era um jovem bem sucedido e cobiçado pelas mulheres, que defendia que a aparência era tudo. Um dia, ao tentar humilhar Kendra (Mary-Kate Olsen), ela lhe lança um feitiço que o deixa com o rosto desfigurado. Envergonhado com o visual, ele se esconde e passa a viver isolado em um apartamento comprado pelo pai, tendo a companhia de sua empregada Zola (Lisa Gay Hamilton) e Will (Neil Patrick Harris), um professor cego contratado para lhe dar aulas particulares. A maldição tem o prazo de um ano, sendo que caso Kyle consiga fazer com que uma mulher consiga amá-lo pelo que ele é, não por sua aparência, ela será desfeita. Desiludido, Kyle volta a ter esperanças quando se aproxima de Lindy (Vanessa Hudgens), uma colega de colégio bem diferente das mulheres com quem conviveu até então. 

Assista: A fera (online)

quinta-feira, 29 de março de 2012

Edibar: Inteligência rara


Autocontrole


Decisões fazem parte de nossa vida, diariamente. Mas há situações em que perdemos o controle pelo simples fato de permitirmos a imperatividade da impulsividade. Certo o dito popular que afirma: "Colhemos o que plantamos". Sendo assim, quando perdemos o controle de quantidade de comida, por exemplo, aquele mega 'sanduba' repleto de queijo, bacon, hamburger e mil outros ingredientes gordurosos, acompanhado de um 'refri' de 700ml. Sabemos que pagaremos por isso, engordando e prejudicando a saúde. Ou então, diante de uma situação no trânsito, perder a paciência e xingar o motorista por um problema ou ainda, partir para agressão física, em que tanto você quanto ele são responsáveis, mas é sempre mais fácil acusar o outro do que assumir a culpa, sem nem sequer analisar os fatos.

Para Roy Baumeister,  escritor e psicólogo americano:

“ O autocontrole é mais importante que a autoestima .”

Ele defende que nossa avaliação sobre nós mesmos depende de sermos bem-sucedidos em controlar nossos impulsos. E acrescenta: “E quando a força de vontade está baixa, recorremos a estratégias que demandam pouco esforço e tendemos às opções mais fáceis”. Isso ele classifica como diminuição da força de vontade. Sendo assim, perceba, é mais fácil você fazer a 'limpa' na geladeira pela manhã ou à noite? Segundo Baumeister, sejam grandes ou pequenas, as decisões sempre consomem energia. E prossegue: “Escolher qual o queijo botar no sanduíche pode ser tão desgastante quanto saber se você realmente quer se casar com alguém”, afirma. Sabemos o quanto é importante a nossa autovalorização e a autoestima, estudos de psicólogos demonstram que ter apenas autoestima, não garante bons frutos na vida profissional ou pessoal. Segundo analises sobre estes estudos, o sucesso depende mais da capacidade de controlar a impulsividade, valorizar resultados a longo prazo, ou seja, ter paciência para vivenciar o processo completo, sem atropelar fases em prol de objetivo maior. De fato para pessoas extremamente ansiosas e impulsivas, esse processo é uma tortura. Segundo Baumeister, o autocontrole é muito mais significativo para ajudar as pessoas a serem bem-sucedidas em suas vidas, a atingir seus objetivos. Deste modo, evitando tomar muitas decisões, pois as pessoas de maior autocontrole são as que evitam as pequenas escolhas diárias, com essa economia, fica mais fácil tomar decisões mais difíceis.


Roy Baumeister e John Tierney lançaram o livro Willpower: Rediscovering the Greatest Human Strength (Força de vontade: Redescobrindo a maior força humana.) Editora: New York : Penguin Press, 2011.




Fonte: Revista Época/Galileu

Enfrente-se!


quarta-feira, 28 de março de 2012

Aprovado Projeto de Lei Antibaixaria na Bahia



Bahia, terra da magia, onde muitos moram e outros sonham com a possibilidade de passar as férias. Período disputado, sem dúvidas, é em época de Carnaval. Esse ano, esteve ameaçado com a greve da PM baiana, que durou 12 dias. Mas nem assim, desanimou baianos ou turistas. Justamente nessa época, músicas de todos os gêneros e ritmos ecoam de Salvador para o mundo, independente de conteúdo. Quem já não ouviu...

Quando ela desce entra, quando ela sobe sai... Machuca, machuca, machuca" (Black Style)

" Me dá a patinha, sua danadinha." (Black Style)

" É que o negão fica sentado. E a negona fica de quatro." (No stilo)

E tantas outras...

 Com certeza, o Projeto de Lei Antibaixaria causou grande polêmica na Bahia!!

As opiniões se dividem, bem ou mal, as músicas que carregam duplo sentido nas suas letras, fazem parte da cultura do povo. Vai ser complicado impôr uma lei de proibição em algo que faz parte do dia a dia de uma grande massa. Na Bahia, o pagode 'baixaria' como muitos se referem, por mais criticado que seja, é solicitado em qualquer tempo que seja, carnaval é apenas um momento em que pode ser divulgado com força total. É tão comum, que em períodos como o São João, onde impera o forró, esse tipo de pagode já está agregado à grade de programação. A primeira vez que assisti um show de pagode com esse teor de conteúdo e somado a isso, pude presenciar as danças/coreografias, fiquei estarrecida. Isso numa Vaquejada tradicional, onde fui hipnotizada pelo desejo de assistir ao show de Victor & Leo...um dos shows mais lindos que já assisti. O que pude ver quanto ao show, que era da Banda Black Style, era que as pessoas se sentiam a vontade com todo aquele clima de extrema vulgaridade, as mulheres pareciam dopadas e quando ouviam coisas tipo,  "... a perereca dela pisca" ou "esfrega a xana no asfalto", entre tantas outras. Eu prefiro levar na esportiva, ver como conteúdo adulto, na verdade me sinto constrangida com certas letras, pois são explícitas demais. Enfim, ninguém é obrigado a gostar! O que sou contra é que esse tipo de música seja disseminado em rádios ou em qualquer meio onde possa estar ao alcance de crianças como é fato comum na Bahia. Mas cabe aos pais dar educação e limitar as ações dos filhos. Não costumo ouvir rádio popular/local, porque geralmente o que se ouve o dia inteiro é arrocha ou pagode. Nada contra! Mas não é o estilo que embala os meus dias, gosto mais de pop, rock, house music e até mesmo instrumental, passando por new age. Embora, eu ouça de tudo e me adapte facilmente aos diversos ambientes que frequento e às músicas. Mas ao estilo mais arrojado e de duplo sentido, prefiro me manter longe, em casa de amigos ou festas particulares não há como evitar.


O Projeto de Lei 19.237/11 ou Projeto 'Antibaixaria', da Deputada Luiza Maia, foi aprovado na noite de terça-feira (27/03/12) na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBa). Aguardando apenas ser sancionado pelo Governador Jaques Wagner (PT). Esta lei propõe que sejam vedadas a utilização de recursos públicos para a contratação de artistas que, em suas músicas, danças ou coreografias, desvalorizem, incentivem a violência ou exponham as mulheres ao constrangimento. O resultado da votação foi de 43 votos a favor e 9 contra. Houve apresentação de duas emendas, uma do Deputado João Bonfim, que determinam a não contratação de bandas que também ofendam aos homossexuais ou que incentivem o uso de drogas ilícitas e a segunda, do líder da oposição Paulo Azi, que visa que danças e coreografias não sejam objeto de análise da matéria. E agora, Governador?? Foi dado o prazo de 30 dias para que ele tome a decisão de transformar esse projeto em lei ou não.



Não sei qual o posicionamento que o Governador tomará, 

mas ele vai ter que analisar muito!

Saúde: Relação diabetes x sede




Por que diabéticos sentem tanta sede?

Todas as células precisam de energia para funcionar a pleno vapor. Essa energia vem dos alimentos, em especial dos carboidratos. Pães, massas e tubérculos, depois de digeridos, se transformam em açúcar – isto é, glicose –, que vai para a corrente sangüínea a fim de ser distribuído para as células do corpo todo, principalmente as do cérebro. A glicose, porém, só pode ser absorvida com a ajuda da insulina, um hormônio produzido pelo pâncreas especialmente para essa tarefa. Trata-se de um processo metabólico vital. Células abastecidas funcionam de modo eficiente e permitem que você realize todas as suas atividades diárias, como dormir, trabalhar e se exercitar. O nível de açúcar no sangue, chamado de glicemia, se mantém equilibrado graças à atuação da insulina. A quantidade do hormônio aumenta ou diminui de acordo com a disponibilidade da glicose na corrente sanguínea. A cada missão cumprida, a insulina presente no corpo é degradada naturalmente. Por isso, novos estoques do hormônio precisam ser constantemente fabricados pelas células especializadas do pâncreas. A diabetes surge quando esse processo começa a apresentar falhas. (Superinteressante -set. 2002).


Segundo o Cânon da Medicina, de Avicena: 


Em 1775, Dopson identificou a presença de glicose na urina, e Frank classificou o diabetes de duas formas: mellitus, ou vera, e insípida, sem urina doce. Em 1788, Cawley fez a primeira observação por necropsia em um diabético, e Jhon Rollo atribuiu causas gástricas à doença, conseguindo notáveis melhoras com um regime rico em proteínas e gorduras e com pouco carboidratos, e olha que ele nem sabia o que era betaoxidação e gliconeogênese! Somente em 1848 ocorreram os primeiros trabalhos experimentais relacionados ao metabolismo dos glicídios, quando foi descoberto o glicogênio hepático, motivo da aparição da glicose na urina, por excitar os centros bulbonares.


Em 1889, dois cientistas alemães, Von Mering e Minkowski descobriram que o pâncreas produzia uma substância capaz de controlar o açúcar do sangue. Essa substância foi denominada “Insulina” (insula significa "ilha" em latim), pois era produzida nas células β das Ilhotas de Langerhans do órgão. Conta a história que, eles removeram o pâncreas de um cão para demonstrar o seu papel na digestão dos alimentos. Vários dias depois, o guarda do cão percebeu que moscas se juntavam estranhamente na urina do animal e chamou os cientistas. Foram realizados alguns testes e se percebeu que havia açúcar na urina do cão. Assim ficou demonstrada a relação entre o pâncreas e o diabetes pela primeira vez. Esse hormônio facilita o transporte de Glicose para dentro das células através dos receptores chamados GLUT 4 (de Glucose Transporter 4), sensíveis à concentração de insulina. A insulina é secretada normalmente após as refeições, quando os açúcares são absorvidos no intestino e a concentração deles no sangue aumenta. Isso cria um sinal para que as vesículas contendo o hormônio sejam liberadas.


Em 1921, dois jovens canadenses, Banting e Charles Best, conseguiram isolar a insulina e demonstrar seus efeitos hipoglicêmicos, o que foi uma das maiores conquistas médicas do século XX, por ter transformado a vida dos diabéticos e ampliado o campo experimental e biológico para o estudo da doença e do metabolismo de glicídios.



Em 2004, foi realizado o primeiro transplante de ilhotas de Langerhans para curar o diabetes tipo 1, no Hospital Albert Einstein de São Paulo. Hoje, um centro de excelência nessa área é a Universidade de Alberta, no Canadá. 




DIABETES - Perda excessiva de água na urina (poliúria)


Diabetes em grego, quer dizer "sifão"  --> eliminação exagerada e permanente de urina

MELLITUS - adoçado como mel (em latim - Aretaeu, Séc.II) 


Fonte: Stryer, 2004

Diabetes é uma doença crônica, heterogênea, caracterizada por alteração no metabolismo de carboidrato resultante de deficiência absoluta ou relativa de insulina.


Critério diagnóstico para DM e Tolerância Reduzida a Glicose (TRG), segundo NDDG e ADA.


ADA (97); glicose de jejum > 126mg/dl - DM




 Por que não exagerar com os doces?


Açúcar refinado ou mascavo, o melaço, caldo de cana e mel são rapidamente absorvidos e chegam com velocidade à corrente sanguínea. O alerta vale para bolos, doces e bebidas que levam esses ingredientes.



O que a HIPERGLICEMIA ocasiona?


Provoca sintomas em cadeia, segundo o endocrinologista José Egídio de Oliveira. acidose, ou seja, o excesso de cetonas no sangue, que combinada com os altos níveis de açúcar na corrente sanguínea  passam a se acumular no sangue. Há produção de um volume exagerado de urina para eliminar a glicose excedente. Aparece, então, uma sensação de sede excessiva, como tentativa do corpo de compensar a perda de líquidos. Mas isso não evita a desidratação. A pessoa perde peso, fica fraca, cansada e sente náuseas. Num intervalo de poucos dias, se não forem tratadas a tempo, a acidose e a hiperglicemia, juntas, podem levar ao coma diabético. Como tudo acontece muito rápido, sem sinais prévios, o diagnóstico em geral é feito quando os sintomas já estão bem evidentes”, diz José Egídio. Isso geralmente ocorre no tipo I, levando a dependência de insulina. No caso do tipo II, não insulino-dependente,  ocorre quando as células dos músculos e do tecido adiposo se tornam resistentes à insulina fabricada pelo pâncreas. A produção de insulina continua, contudo não consegue cumprir com sua tarefa. O problema é que o processo segue sem que seja percebido, por isso a diabetes é uma doença sorrateira como já postei em Diabetes Mellitus: a doença sorrateira.


Insulina é um hormônio anabólico e é produzida pelas células β que se localizam nas ilhotas de Langerhans. Diabéticos não produzem insulina pelo pâncreas, que é o hormônio responsável por promover a entrada de glicose nas células do organismo. Assim, essa glicose passa a ficar concentrada no plasma sanguíneo o que resulta em glicemia elevada. A ausência de secreção de insulina pelo pâncreas impede o uso normal da glicose no metabolismo. Dessa maneira, algumas gorduras são degradadas em ácido acetoacético, que, por sua vez, é metabolizado pelos tecidos para produzir energia em lugar da glicose. Simultaneamente, a concentração de ácido acetoacético nos líquidos extracelulares quase sempre aumenta e atinge valores muito elevados, causando acidose muito grave. Além disso, grandes quantidades de ácido acetoacético são excretadas na urina, atingindo por vezes 500 a 1.000 mmol por dia. 



Esse aumento da concentração de glicose no plasma se torna tão elevado que leva a dois fatores:

1) A glicose passa a ser excretada na urina, o que aumenta a concentração urinária; Esse aumento na osmolalidade da urina faz impede a reabsorção de água pelos túbulos renais, que passam a excretar quantidades elevadas de água (daí a poliúria, ou aumento do volume urinário); Essa elevada excreção de água na urina leva a uma redução compensatória do volume do liquido extra celular; O volume reduzido do LEC atua então no centro da sede no Sistema Nervoso Central, causando a polidipsia (sede excessiva);

2) O aumento da concentração de glicose no sangue e, conseqüentemente de sua osmoslalidade também age por si só no centro da sede no Sistema Nervoso Central, ressaltando que o SNC não necessita de insulina para promover a captação de glicose pelas células, levando à polidipsia,




Fontes:

terça-feira, 27 de março de 2012

Música: The Lazy song


The lazy song
Today I don't fell like doing anything
I just wanna lay in my bed
Don't fell like pickin up my phone
So leave a message at the tone
'Cause today I swear I'm not doing anything
I'm gonna kick my feet up, then stare at the fan
Turn the TV on, throw my hand in my pants
Nobody's gonna tell me I can't
(Naahh)
I'll be lounging on a couch, just chillin in my snuggie
Click to MTV so they can teach me how to Douggie,
'Cause in my castle I'm the freakin man
Ooooh
Yes I said it
I said it
I said it 'cause I can!
Today I don't fell like doing anything
I just wanna lay in my bed
Don't fell like pickin up my phone
So leave a message at the tone
'Cause today I swear I'm not doing anything
(Nothing at all)
Today I don't fell like doing anything
I just wanna lay in my bed
Don't fell like pickin up my phone
So leave a message at the tone
'Cause today I swear I'm not doing anything
(Nothing at all)
Huhul, huhuuuul
(Nothing at all)
Huhuuul, huhuuul
Tomorrow I wake up
Do some P90x
Meet a really nice girl
Have some really nice sex
And she's gonna sream out this is great
(Oh my God, this is great)
Yeeaah
I might mess around
And get my college dregree,
I bet my old man will be so pround of me.
But sorry paps you'll just have to wait
Ooooh
Yes I said it
I said it
I said it 'cause I can!
Today I don't fell like doing anything
I just wanna lay in my bed
Don't fell like pickin up my phone
So leave a message at the tone
'Cause today I swear I'm not doing anything
No, I ain't gonna comb my hair.
'Cause I ain't going anywhere
No, no, no, no, no,
no, no, no, no, ooooh
I'll just strut in my birthday suit,
and let everything hang loose
Yeah, yeah, yeah, yeah, yeah,
Yeah, yeah, yeah, yeah, yeeeaaah




segunda-feira, 26 de março de 2012

Livro 9 - Amor além da vida



Além da Vida é o best-seller que deu origem ao sucesso que emocionou milhões de pessoas no mundo inteiro!

Chris é casado com Annie: formam um casal apaixonado. A felicidade dos dois se desvanece quando Chris sofre um acidente fatal. Annie, em desespero, pretende dar fim à própria vida... Conheça a história completa de Annie e Chris e descubra, a incrível força do amor, para a qual não existem barreiras. 

Editora: Butterfly
Autor: RICHARD MATHESON
Ano: 2008  
Número de páginas: 288 

sábado, 24 de março de 2012

Abdominoplastia



Já falei em diversos posts sobre a nossa vaidade. Naturalmente, buscamos melhorar nossa imagem, o sentimento de segurança frente ao espelho e frente ao mundo. Os locais mais visados no corpo feminino, digo do pescoço para baixo, são os seios, barriga e bumbum. Nem sempre a natureza ou a genética são muito generosos ou harmoniosos. Talvez, estar acima do peso pode não afetar tanto a auto-estima e a auto-imagem, mas para algumas mulheres e homens, se há uma coisa que irrita e que 'atrapalha' de certo modo, é aquele pneu sobre o cós da calça. Nos casos onde a mulher já teve filhos, algum problema com excesso de peso ou obesidade propriamente dita, conseguiu perder peso e como consequência, ficou aquele excesso de pele e de brinde estrias,hum... As facilidades que temos hoje em dia, são inúmeras. Dietas mágicas, drenagem linfática, medicações, gel redutor, aplicações intradérmicas, tratamentos estéticos... além de faixas modeladoras, são diversas as opções que servem de auxílio para modelar o corpo e 'prevenir' estrias. Mas a necessidade de ações práticas e rápidas, tem levado muitas mulheres às clínicas de cirurgia plástica. Poissó mesmo uma abdominoplastia para fazer a grande diferença ou o grande milagre.   Quando é a barriga que causa incômodo, a abdominoplastia vira um sonho para muitas.





Segundo o site naturale.med.br, abdominoplastia é uma técnica cirúrgica na qual o excesso de pele e gordura do abdome são removidos, realizando-se concomitantemente a aproximação dos músculos abdominais, que habitualmente encontram-se afastados. Desta maneira conseguimos uma melhora da silhueta, com uma cintura mais delicada e bem torneada. Esta cirurgia por si só não constitui um tratamento para estrias, porém se estas estiverem localizadas na porção inferior do abdome, serão removidas. Portanto, é uma cirurgia indicada para homens e mulheres que tem excesso de pele flácida comprovada no abdome. Também é importante ressaltar que, para que a mulher opte por fazer a abdominoplastia, é preferível que já tenha filho(s), lembrando-se que, a cirurgia não impede que a mulher engravide. E se ocorrer gestação, após a cirurgia, certamente o resultado será comprometido. Após o período gestacional, deve-se aguardar até que os tecidos se reacomodem, a recomendação é que só faça essa cirurgia após 12 meses de parto e em caso de amamentação, é preciso esperar até 6 meses após a última mamada. 

Para a realização da abdominoplastia, deve-se primeiro procurar um cirurgião plástico inscrito no Conselho Regional de Medicina e com certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Como já citei anteriormente no post Adolescentes e silicone, o boca a boca é a melhor propaganda. Quando o médico é bom, pessoas o exaltam, se ele não tiver uma boa reputação, certamente você será alertada. É importante estar ciente de riscos e que sejam esclarecidas dúvidas, além de saber a realidade, o quanto de sucesso pode-se obter nesta cirurgia. Algumas pessoas, optam pelo procedimento, mas não atentam para o fato de que, às vezes, não é possível obter o resultado dos sonhos. Exemplo disso, quando a mulher além de moldar as formas, deseja a eliminação de estrias na totalidade. Nem sempre é possível a remoção total. Deve-se  buscar esclarecimento sobre o tipo de anestesia a ser utilizada, pois há algumas pessoas que apresentam histórico alérgico quanto à substâncias específicas, esse dado é de extrema importância para evitar problemas. Lembra-se que será necessário o uso de modelador cirúrgico (faixas ou malhas compressivas), porque ajudam na redução do inchaço e auxiliam na retração da pele.



Mais orientações no site do Dr. Piva - recomendo, pois achei bastante completo. Porém, é necessário que seu médico lhe dê esclarecimentos.


O médico solicitará os exames: Avaliação clínico cardiológica, para checar riscos cirúrgicos.


Duração média, de 2 a 5 horas.


Anestesias


Geral: Produz um estado de inconsciência temporária, pode ser por inalação de gás (cheirinho) ou por injeção de líquido anestésico.




Peridural ou Peridural: O anestesista aplica em região lombar ou torácica, nas costas da paciente. O que ocorre é que o anestésico envolve a medula espinhal, desse modo bloqueia a  passagem de impulsos nervosos ou seja impede a passagem da mensagem da dor, fazendo com que não chegue ao cérebro. Pois todo estímulo doloroso é transportado pelos nervos, que são os condutores dessa mensagem.


Diabéticos podem ser submetidos a está cirurgia, se estiver com a taxa de glicose equilibrada, ou seja, deve estar com a glicemia sob controle. Obesos não tem grandes resultados, porque não conseguirão um bom resultado estético, pois para isso requer harmonia nas proporções do corpo. Portanto, é melhor ter uma perda considerável de peso antes de realizar a cirurgia.  Sendo assim, é necessário afirmar que com a retirada do excesso de pele e gordura da região abdominal há redução de peso. Quanto a menor a retirada, melhor será o resultado estético. 


Abaixo, um vídeo de Abdominoplastia:




A recuperação total é dada em longo prazo!!


Quanto à cicatriz abdominal,  os tamanhos são variáveis entre a localização e quantidade do conteúdo retirado. A característica dessa cicatriz é uma linha arqueada com elevação nas laterais, que lembra um sorriso. Esse formato da cicatriz possibilita que fique discreto sob roupas íntimas, incluindo biquínis cavados. Deve-se ressaltar que o resultado final, não depende do cirurgião, mas sim de condições anatômicas de cada individuo. O reposicionamento do umbigo é feito sob a depressão do mesmo, para que não fique cicatriz à mostra. haverá melhorar entre três a seis meses, porém não desaparecem completamente. Somente após doze meses da cirurgia é que se devem considerar os resultados definitivos.

Humor de Federico Chiesa na velhice do terror





A velhice chega para todos e nem os vilões dos filmes de terror, os personagens mais emblemáticos da história do cinema, sobraram... e junto a isso, supõe-se uma maré de azar e depressão.  No projeto "Horror Vacui", o fotógrafo italiano Federico Chiesa, que nasceu em Cecina e ao se formar, mudou para Roma. Seu trabalho detem uma singularidade criativa e vale muito ser conferido, algumas fotografias estão em http://www.federicochiesa.com/ Seus trabalhos carregam naturalmente o humor e sofisticação. esse projeto, ele imaginou como seria os vilões de clássicos do cinema na velhice, então decidiu explorar respostas para questões como: Será que se arrependem de suas ações? Será que lamentam pelos crimes hediondos praticados? Qual o fim deles? A maquiagem fiel dos personagens Ffoi feita por Carolina Trotta.

Jason, de "Sexta-feira, 13"


Jason Voorhees nasceu em 13 de julho de 1946, uma sexta-feira. Tem 1,96 m de altura. Filho de Pamela Voorhees e Elias Voorhees, todos pensaram que o menino com problemas mentais havia morrido afogado no lago Crystal, em 1957. Sua mãe, que trabalhava no acampamento como cozinheira, teve um surto e trucidou os monitores e demais adolescentes que estavam no camping, alegando que teriam negligenciado os cuidados com o garoto.Uma garota, porém, consegue debelar a sua sanha homicida, decapitando-a com um facão. Contudo, o finado Jason ressurge para vingar a morte de sua mãe e passa a fazer o seu papel de homicida nos demais filmes da série. E enfim, eis o seu final...na sargeta, pedindo esmola! 


Freddy Krueger, de "A hora do pesadelo"


Um grupo de adolescentes tem pesadelos horríveis, onde são atacados por um homem deformado com garras de aço. Ele apenas aparece durante o sono e, para escapar, é preciso acordar. Os crimes vão ocorrendo seguidamente, até que se descobre que o ser misterioso é na verdade Freddy Krueger (Robert Englund), um homem que molestou crianças na rua Elm e que foi queimado vivo pela vizinhança. Krueger pode retornar para se vingar, através do sono. Depois de tantos anos, o velho Kruger virou um alcoolatra e fumante inveterado aos olhos de Chiesa... Será que sobraram sinais de pulmão e fígado para deteriorar  mais após o incêndio na Elm strret? 


Darth Vader, de "Star Wars"

Anakin Skywalker, ou simplesmente, Darth Vader, o vilão de Star Wars. Nascido de uma maneira misteriosa, em uma gestação espontânea, sem a figura de um pai, no desértico planeta Tatooine, Skywalker teve uma infância difícil como escravo do comerciante Watto, junto com sua mãe, Shmi Skywalker. Sempre teve uma aptidão a mecânica.  Sua vida muda aos nove anos de idade, quando ele conhece o Mestre Jedi Qui-Gon Jinn, que estranhava um imenso distúrbio da força em torno dele. Ao analisar seu sangue, retirado de um ferimento, Qui-Gon e Obi-Wan Kenobi percebem que Anakin possuía a maior quantidade de "midi-chlorians" de todos que se sabe, superando até mesmo mestre Yoda. Logo, ele acredita que Anakin era o "Escolhido": um ser de uma profecia Jedi que viria em tempos de grande escuridão e traria de volta o equilíbrio da força destruindo os Sith. Algumas maldades de Darth: traiu e ajudou a destruir a Ordem da qual pertencia, decepou a mão do filho em combate, cortou pela metade o corpo de seu ex-mestre, chacinou a sangue-frio uma tribo inteira de beduínos, por mero capricho assassinou subalternos incompetentes, não teve escrúpulos em testar o perigoso procedimento de congelar um ser humano vivo em carbonita, usou sua influência política para espalhar o terror pela galáxia e outros diversos atos hediondos citados por Ademir Luiz. Será que ele se arrependeu? Parece que sua versão idosa, se afundou num quadro depressivo, onde só a tv lhe faz companhia, mas segue um eterno monólogo.

Mike Myers, de "Haloween"


Após matar a irmã mais velha, Judith Myers, na noite de Halloween de 1963, Michael foi internado no Sanatório de Smith´s Grove, onde ficou 15 anos sob os cuidados do psiquiatra Dr. Samuel Loomis. Escapou do sanatório em 30 de outubro de 1978, e no dia seguinte matou 4 jovens (Bob, Lynda, Annie e Paul) e 1 caminhoneiro, ao perseguir seu principal alvo, a irmã Laurie Strode, que havia nascido três meses antes de Michael ser trancado no manicômio, e com a morte dos pais, foi adotada pela família Strode. Na mesma noite dos 3 crimes, matou 1 moradora do bairro e continuou a perseguir a irmã, que ficou em observação no Haddonfield Memorial Hospital, onde matou 4 enfermeiras, 1 médico, o segurança, 2 enfermeiros e 1 policial. Foi supostamente morto após uma grande explosão no Hospital, que foi provocada por Loomis, que acaba morrendo. Após a explosão, ficou 20 anos desaparecido e em 1998, chega a Langdon, onde faz 3 vítimas (Jimmy, Tony e Marion Chambers). Ao invadir a casa de Marion, antiga enfermeira do finado Dr. Loomis, Michael descobre onde está a irmã. Ele foi e voltou, por vezes parecia ter sido exterminado, mas parecia uma praga. Então, Chiesa deu um final para o serial killer, internado em uma instituição e andando com auxílio de um andador. Pelo menos o barulho de sua mobilidade pode alertar às pessoas que mantenha-se fora do seu caminho, o que lhe confere a eterna solidão.

As gêmeas, de "O iluminado"

Jack Torrance é um escritor, se esforçando para reconstruir a vida de sua família e, principalmente, a sua, tentanto se curar do alcoolismo que o fez quebrar o braço de seu filho Danny quando este tinha apenas três anos de idade, além de ter agredido um aluno na escola New England, custando o seu emprego de professor. Ele aceita o trabalho de zelador de inverno no isolado e imenso resort hotel Overlook, cujo passado é fantasmagórico. Jack Torrance se muda para o Hotel Overlook com sua esposa, Wendy e o filho Danny, que é telepata e sensível a forças sobrenaturais. Ele tem premonições do perigo do hotel para a sua família, começa a ver fantasmas e visões assustadoras do passado do hotel, mas lembra que elas não são assustadoras agora, no presente. Ele não conta aos seus pais sobre as visões, pois ele sabe a importância do trabalho para o seu pai e o futuro de sua família. Tendo dificuldades em possuir Danny, o hotel começa a possuir Jack, tirando dele a sua vontade e desejo de trabalhar. Como Jack começa a agir de modo estranho, o fantasma sinistro do hotel gradativamente acaba possuindo-o. Então, Jack, possuido pelas forças sobrenaturais e sinistras do hotel, passa a querer matar Wendy e Danny, no desejo de absorver as habilidades psíquicas de Danny. As gêmeas no filme, aparecem no corredor do hotel, vestidas como bonecas e ar angelical, porém o olhar gélido e a expressão cadavérica, somada a insistência em convidar Danny para brincar com elas, para sempre! Mas Chiesa, deu um jeitinho de torná-las velhacas assustadoras, com ar depressivo. Solteironas solitárias que insistem debilmente em se vestir ainda como crianças.



Fontes

http://pt.wikipedia.org/

http://www.adorocinema.com/filmes/filme-1814/