terça-feira, 26 de junho de 2012

Sustentabilidade

Meio ambiente ~ Aquecimento global ~ Economia de recursos naturais ~ Reciclagem ~ ...

Desde a Rio-92, o tema do desenvolvimento sustentável ocupa lugar central na política externa brasileira. A proposta do país de sediar a Rio+20 se enquadra nessa prioridade, ao criar oportunidade para que todos os países das Nações Unidas se reúnam, mais uma vez no Rio de Janeiro, para discutir os rumos do desenvolvimento sustentável para os próximos vinte anos.



Esse parágrafo é uma introdução das páginas da Rio+20. Fala-se muito em SUSTENTABILIDADE, que tem como conceito, segundo SWU, a ideia central da sustentabilidade é que é possível continuarmos vivendo e nos desenvolvendo de forma com que haja continuidade e equilíbrio em relação aos recursos disponíveis. Tudo o que se retira – se apenas retiramos – uma hora vai acabar. Assim, devemos oferecer ao planeta tanto quanto retiramos dele.

Fala-se muito em sustentabilidade, mas onde estão os meios para viabilizar a prática?

Por mais mais que se queira transformar a realidade, é preciso recursos para tal. Pensar no amanhã requer mudanças de atitude hoje e quando se fala em preservação ambiental, não há como desvincular as futuras gerações e a qualidade de vida que terão. 

O papel mal utilizado de hoje fará falta amanhã... coisas assim após séculos de destruição de árvores é levado a sério. Pois bem, muito foi discutido na ECO 92, atualmente o que está em foco é  a RIO +20 discutindo 'desenvolvimento sustentável'.
  • Quanto tempo você leva no banho?
  • Quantos banhos você toma por dia?
  • Você pratica acoleta seletiva?
  • Já pensou em utilizar a água do banho para outras atividades (ex.: lavar o carro)
  • Utiliza água da chuva para alguma atividade? (ex.: regar plantas)
  • Que tal deixar o carro em casa e utilizar transporte coletivo ou bicicleta?
É imprescindível mudar velhos hábitos! Assim, de pouco em pouco, as pessoas seguem tentando aderir ações diferenciadas e que reduzam impactos ao meio ambiente.


Uma casa sustentável... quanto seria a média (R$) para um investimento como este? Segundo o site Ecologia Urbana, "os custos de construção das casas sustentáveis são, em média, 30% maiores do que os custos envolvidos na construção de uma casa pelo método tradicional. No entanto, se analisarmos mais de perto e com mais atenção, veremos que esse custo inicial maior, se refletirá num ganho posterior considerável". Ainda acrescenta que o principal culpado pela falta dessa ação é o próprio governo, pois este deveria incentivar esse tipo de construção e reduzir imposto dos materiais certificados ou reciclados que venham a ser empregados. É um investimento válido, mas ainda impraticável para muitos. Ainda na materia do site, é relatado que alguns materiais são caros porque o governo exige uma série de tributos e de burocracias que acabam encarecendo a utilização desse tipo de material. 

Todo produto para que se torne de uso comum, deve ter uma alta aquisição por consumidores, sendo assim, devem haver ações estratégicas para que isso ocorra, assim como ocorreu com aparelhos de celular, notebooks e diversos produtos ou serviços que antes eram para poucos. Há muitas lojas que vendem produtos feitos com material reciclável, porém as vendas não emplacaram de vez pelo preço. 


Assista clicando nos links,  veja alguns videos sobre casas sustentáveis: 

Lançado em 2011 pela CBF e pela Nike, o uniforme da seleção brasileira de futebol é totalmente reciclado. Duas versões do modelo sustentável estavam sendo vendidos, sendo que a oficial tinha o preço sugerido de R$ 239,90, e a réplica R$ 189,90. Que você acha desses preços? Em nossa realidade, até mesmo implantar recursos para utilizar água da chuva sai super caro. Portanto, independente da boa vontade que se tenha ainda é inviável praticar a sustentabilidade sem investir em educação ambiental e baratear os custos. 




DICAS DA AKATU:
  • Recicle suas atitudes e pratique os oito 'Rs' 
  1. Reduzir 
  2. Reutilizar 
  3. Reciclar
  4. Respeitar
  5. Refletir
  6. Reparar
  7. Responsabilizar-se
  8. Retuitar.

  • Reduza os impactos e os desperdícios de suas festas;

  • Não compre produtos piratas ou contrabandeados;

  • Dispense os pacotes para presente;

  • Faça doações – Troque os seus presentes em benefício de ONGs e entidades de ação social.

  • Doação em dinheiro é sempre melhor.

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE ACESSE Sustentabilidade/A tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário