quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Enfermagem: Coleta de Urina de 24hs



Para que serve?

Em determinadas circunstâncias, é necessária a coleta de toda a urina emitida durante um dia. Isto acontece, por exemplo, quando se deseja avaliar a função de filtração urinária através da Depuração da Creatinina, ou quando se deseja avaliar a excreção urinária de certos metabólitos de importância clínica, como o Ácido Vanil-Mandélico (sua dosagem urinária é importante na avaliação de causas de Hipertensão arterial). Nessas circunstâncias, é importante a coleta durante um período de 24 horas, seja devido a variações nos parâmetros das análises produzidas pelo ritmo circadiano, seja para aumentar a precisão das determinações. Em alguns casos, pode ser necessária uma dieta específica no período que antecede e/ou durante o período de coleta. (Wikipédia)

O exame quantificará de modo acurado determinadas substâncias presentes na urina. A maioria das solicitações são para checar Clearance de creatinina que é a taxa de filtração dos rins, ou seja, a medição de quantos mililitros de sangue os rins filtram por minuto. É o principal modo de avaliar a função renal e Proteinúria, que é a presença de proteínas na urina, fato que só ocorre quando os rins estão doentes. Além das proteínas totais, a urina de 24h também pode dosar a albumina na urina, chamada de albuminúria. (MDSaúde)

É um exame simples, mas requer cuidados na realização para evitar contaminação. Antes de procedê-lo é importante que seja feita a antissepsia. O ideal é que seja iniciado assim que o paciente acordar, supondo-se que seja às 7 horas. Então, ele elimina a primeira urina do dia que servirá como marcador do horário e só colhe a partir da segunda. Então, anotar o horário que esta foi eliminada, pois será o horário que terminará o processo de coleta. É necessário que a primeira urina do dia seja descartada, porque ela é mais concentrada e essa urina é plena em hormônios e substâncias, inclusive em impurezas. Esse exame tem um inconveniente, você precisa guardar toda urina do dia, para isso deve levar o recipiente a todo lugar que vá, pois se qualquer urina for perdida, tudo deve ser reiniciado. As amostras colhidas ao longo do dia devem ser mantidas refrigerada, ao final da coleta no dia seguinte às 7h da manhã, levar ao laboratório.

(Bizu de Enfermagem) Cabe ao enfermeiro: 

O procedimento de coleta de urina de 24 horas deve ser precedido pelo esvaziamento vesical, indicando o horário de início no frasco coletor e na folha de anotações do paciente. O enfermeiro deverá orientar o paciente para urinar antes de evacuar, evitando contaminação. Qualquer amostra perdida tornará os resultados do exame imprecisos.

Material Necessário:
  •  01 Par de luvas de procedimento, frascos (fornecidos pelo laboratório), etiquetas de identificação do cliente, 01 cálice graduado, 01 comadre ou 01 papagaio, 01 bandeja.
Pré - Execução:
  • Observar prescrição médica e solicitação de exame;
  • Identificar os frascos com a etiqueta de identificação do cliente;
  • Identificar o frasco com a data e a hora do início da coleta;
  • Preparar o material;
  • Lavar as mãos.
Execução:
  • Identificar-se;
  • Checar o nome e o leito do cliente;
  • Orientar o cliente e familiares quanto ao procedimento, e solicitar para que este não evacue no local onde está sendo coletada a urina;
  • Calçar as luvas;
  • Desprezar a primeira urina do dia;
  • Coletar todas as micções, inclusive a primeira do dia seguinte;
  • Deixar o cliente confortável com a campainha ao seu alcance;
  • Deixar o ambiente em ordem.
Pós - Execução:
  • Após 24 horas desprezar o material utilizado no expurgo;
  • Lavar as mãos;
  • Solicitar ao coletor que encaminhe material;
  • Anotar o volume total por plantão;
  • Realizar as anotações necessárias.
OBS.: Em caso de perda de material, reiniciar o procedimento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário