sábado, 12 de janeiro de 2013

Pastor em Goiás preso por doar 'mamadinhas abençoadas'

E eu que pensei que já tinha visto de tudo nessa vida, essa foi demais!



Preso o pastor Valdecir Picanto Sobrinho ( 59 anos), no interior de Aporé - GO, acusado de abusar sexualmente das mulheres da cidade sob pretexto de ter o pênis abençoado.


Depoimento de um das vítimas: 

“Ele nos convencia de que Deus só entraria em nossa vida pela boca e por isso nós deixávamos ele fazer o que fazia”, relata a jovem M.R., de 23 anos, que prefere não se identificar. “Muitas vezes, após os cultos, o Pastor Valdecir nos levava para um terreno nos fundos da igreja e pedia para a gente fazer oral nele até o espírito santo aparecer por meio da ejaculação”, completa a jovem desolada.


Sei que alguns pastores conseguem hipnotizar, manipular, manobrar pessoas e outras coisas mais para que se mantenham firmes na igreja. Muitas ficam na miséria por conta de 'desafios' lançados aos fiéis como os que pedem para doar tudo que tem para que recebam em dobro. Mas que história estranha! Se eu sei que a igreja presa castidade, que sexo oral e anal são abolidos como pecados mortais (ao menos nas igrejas que já visitei ou frequentei), como ele tornava essa mamada dita por ele abençoada, um ato sagrado? Bom, só Deus sabe o que vai no coração e como andam os hormônios das pessoas!

A delegada Denise Pinheiro, responsável pela região, diz que Valdecir foi pego em flagrante enquanto esfregava seu membro no rosto de uma comerciante local, em que prometia ter mais vendas em seu negócio caso deixasse ser derramada pelo líquido divino. Denise ainda completa: “quando autuamos o senhor Valdecir, ele não ofereceu resistência e ainda perguntou se eu queria fazer parte do reino dos céus durante o trajeto para a delegacia. Ele não tem vergonha de tais atos e acha tudo a coisa mais normal do mundo”.

Esse cara precisa ser avaliado por um psiquiatra!

Haja blasfêmia!!!


Queima Chessus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário