segunda-feira, 30 de julho de 2012

Maquiagem: Bendito iluminador

Fabiana Gomes - Maquiadora


ESCOLHA DE ACORDO COM SEU TOM DE PELE
“A ideia do iluminador é criar um efeito de luz – e não de cor. Então, é fundamental você usar o iluminador sempre respeitando a cor da sua pele. Se você é mais branquinha, opte por um iluminador de fundo prateado; para as morenas, ele pode ter um fundo dourado; e para as negras, o ideial é que ele seja mais bronze”. 
PARA USAR DURANTE O DIA

“O iluminador pode ser usado sem problemas durante o dia, mas, neste caso, é melhor optar por um produto cremoso, ao invés do em pó. Se ainda assim você ficar com a segunda opção, é preciso usar o pó com um pincel adequado, para espalhar bem e não acumular o produto no rosto.

APLIQUE NOS LUGARES CERTOS

“É preciso lembrar que o iluminador dará destaque para a parte do rosto que recebê-lo. A proposta é ressaltar a beleza dos traços. Você pode usá-lo na ponta do nariz (a parte mais acima), sem aplicar na ponta para não ficar ‘batatudo’; nas maçãs do rosto, no queixo, no arco do cupido (acima do lábio superior da boca), e no centro da testa. Neste último lugar, no entanto, é preciso tomar cuidado. Quem não tem costume de usar o produto deve evitar porque nesta área fica fácil a pele ganhar um aspecto oleoso”.

PELE BEM FEITA ANTES DE USAR

“É importante a pele do rosto estar impecável para poder se usar o iluminador.  Hidratante é primordial. Do contrário, quando você usa uma base sua pele corre o risco de ganhar um aspecto craquelado. O ideal é que o rosto esteja uniforme, com a cor equilibrada, pois ganhará mais destaque”.

COMBINE COM O BATOM CERTO

“O make com iluminador vai fácil com a maioria das cores de batom ou de gloss. Eu, particularmente, aconselho evitar o produto na região do arco do cupido se você quiser usar uma boca muito vermelha. Vale mais usar uma pele nude, com iluminador nas maçãs altas do rosto, e acabar o make com máscara para cílios. O resultado é super sofisticado”.

Dicas de Fabiana Gomes, maquiadora sênior da MAC no Brasil, para Marie Claire 



Fica a dica de profissionais:


1. Jamais use nos cantos do nariz e na testa. Essas são justamente as áreas mais oleosas do rosto.

2. Independente do tipo de iluminador (cremoso, em pó ou líquido), vá com calma e aplique aos poucos. O resultado final depende de você para conseguir um efeito mais natural ou intenso.


3. Não aplique em áreas que você quer disfarçar, como olheiras, espinhas e machas. Apesar de alguns produtos terem boa cobertura, lembre-se que o iluminador atrai o olhar, então disfarce com o corretivo.


4. Caso não tenha iluminador, sombras cintilantes e pigmentos podem ser usados com a mesma finalidade. Atenção: essa opção vale para quem está mais familiarizada com a auto-maquiagem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário